Retratos

Quero Fazer

Ao meu ver a arte de retratar é a base para qualquer estilo fotográfico que envolve pessoas. Os retratos foram sempre a minha paixão. Aquela brincadeira da infância preferida e a atividade principal das minhas viagens: observar as relações afetivas e conhecer as histórias das pessoas que cruzam o meu caminho.
Desde de pequena eu sempre achei todo mundo bonito. As minhas amigas de colégio até me zoavam por isso. Mas hoje eu vejo que essa característica que nasceu comigo – me ajuda a enxergar as pessoas da minha maneira: sempre belas.
Por este motivo, os meus ensaios pessoais são sempre uma experiência bem particular. Nenhum é igual ao outro. A minha câmera é bem discreta. Não tenho assistentes e nem uso luz artificial. Gosto das coisas bem simples.
Quero que o personagem principal seja você e não à sua roupa ou maquiagem. A locação das fotos é sempre escolhida em conjunto com o fotografado. Levamos em consideração a sua história, momento de vida e as experiências que você deseja ter durante as fotos (que é sempre uma surpresa). A cada trabalho procuro passar um pouco das minhas paixões, da minha essência e a cada imagem, procuro expressar uma mensagem. Para mim, um bom retrato tem que te tocar de alguma forma. Provocar alguma pergunta ou sensação. Nem sempre dá certo. Mas ao meu ver, o mais importante é o que acontece por trás da câmera: o olho-no-olho, a troca de energia. As sessões duram em torno de 1h e são realizadas dentro de casa, ou em lugares externos durante o amanhecer ou no final da tarde.